Jericoacoara

Só estive lá uma vez e já virou uma das minhas cidades mais queridinhas no Nordeste. A única desvantagem é a dificuldade pra se chegar lá. Mas depois que chega, vale muito a pena. Acho que o tempo ideal pra ficar lá é de 4 a 5 dias. Ficamos 5 e achamos ótimo! A cidade tem uma atmosfera deliciosa e é toda de areia, o que faz com que todos andem de chinelos, descalços, ou no máximo com uma rasteirinha (mulheres). Sapatos fechados não são recomendados!

Como chegar

A capital mais próxima da cidade é Fortaleza, que fica a 300 km. Para ir de lá até Jericoacoara, pode ser em ônibus + jardineira (dura cerca de 7 horas e meia e sai em alguns horários específicos desde o centro de Fortaleza ou do aeroporto, me disseram que seria as 7 hrs ou 16 hrs, mas não sei ao certo); em traslado privativo (dura 4 horas e meia e custa em média R$ 600 por trecho em Hilux para até 4 pessoas); de carro alugado (não recomendado porque tem trecho da estrada que o chão é de areia, por isso deve ser um automóvel 4×4 e é bom que o motorista tenha experiência para isso); ou de táxi aéreo (em helicóptero, dura cerca de 50 minutos. Opção mais cômoda e muito mais cara).

No traslado privativo dá pra negociar um passeio pelas praias do caminho na ida ou na volta por um adicional de R$ 200 para o carro que comporta até 4 pessoas. Foi o que fizemos! Na volta pedimos para voltarmos à Lagoa do Paraíso e ficamos lá por algumas horas antes de pegar a estrada, e já fomos direto para o nosso hotel em Fortaleza.

Fomos com o motorista Regis. Ele dirige bem, tem experiência e é MUITO engraçado!!! Rimos muito com as histórias dele… quem contratar seus serviços, peça pra ouvir a história do jumento na estrada!! Ahahahhahahah. Seguem seus contatos: Tels: (88) 99978-1566 / (88) 99781-7010 / (85) 98817-1933 / registransfer@gmail.com.

O que fazer

  1. TATAJUBA: Este passeio em bugre dura cerca de 6 horas. Fizemos todos os passeios com a empresa Trilha do Jerico e adoramos. O nosso guia se chamava Aldemir (muito simpático!) e nos levou pra todos os passeios! Saímos de Jericoacoara e passamos na Praia do Mangue Seco. Esta não tem infraestrutura e é apenas uma parada pra fotos. As raízes das árvores são altas, como as de um mangue, e a praia é muito bonita. Depois paramos no Parque dos Cavalos Marinhos para um passeio de barco rápido que custa R$ 10 por pessoa e nos permite vê-los. Passamos pela praia de Tatajuba até uma antiga vila que foi soterrada pela ação de Dunas Móveis. E finalizamos o passeio na Lagoa da Torta, que tem restaurante para almoço, as famosas redes na água e ainda há a opção de fazer Flyboard (R$ 200 por 20 minutos). Eu fiz e fiquei toda roxa de tanto tombo que tomei, mas faria tudo de novo! Ahahhahahahah, achei muito legal!!
    Lagoa Tatajuba
    Passeio à Tatajuba

    IMG_7635
    Flyboard
  2. LAGOA DO PARAÍSO: É o passeio mais famoso da cidade, também feito em bugres. Inclui também uma parada para fotos na “Árvore da Preguiça” (Árvore que cresceu pro lado por “preguiça”, Rsrs) e uma passada rápida na Lagoa Azul (que hoje em dia está bem menor e pior do que era. Não sei se é definitivo ou se em breve ela voltará a ser o que era). A Lagoa do Paraíso tem as águas tão claras que mais parece uma praia do Caribe! Ficamos no Alchymist Beach Club. É sem dúvidas o melhor e mais bonito da região. Uma delícia!! É possível alugar pranchas de SUP (Stand Up Paddle) ou caiaques.

    Alchymist Beach Club
    Alchymist Beach Club
  3. PEDRA FURADA: É possível fazer uma trilha bem tranquila de 25 minutos até esta pedra (mas não recomendada para quem dificuldade de locomoção), ou ir de charrete (se não me engano eram R$ 5 por pessoa por trecho), ou ainda ir de carro, em passeios, porém o ponto mais perto que ele chega fica a 700 metros a pé, andando pela areia da praia. Alguns meses por ano o sol se põe “dentro” do furo da pedra, formando um espetáculo à parte.

    Pedra furada
    Pedra furada
  4. DUNA DO PÔR DO SOL: O acesso a pé é bem fácil, indo pela praia principal e mais próxima ao centro. É uma duna na praia, famosa por ter uma excelente vista para o sol, que se põe no mar. Fica cheia de gente ao entardecer para assistir à esse “show”! Ela possui 500 anos aproximadamente e vêm andando de 10 a 20 metros por ano, à medida que o vento sopra as partículas de areia.

    Pôr do sol da Duna
    Pôr do sol da Duna

Ainda é possível fazer os dois primeiros passeios acima de quadriciclo.

Na praia, oferecem aulas de Kitesurf, surf, windsurf e SUP. Fiz uma aula de surf com o pessoal da JERI SPORTS e amei! Saí de lá me achando A Surfista!! rsrs, eles são super atenciosos e pacientes! Éramos eu mais três amigas e o Renato, o Ian e o Ícaro foram os nossos professores. MUITO TOP!

Aula de Surf com Jeri Sports
Aula de Surf com Jeri Sports

Onde ficar

Me hospedei em uma pousada ótima!!! A POUSADA WINDJERI: Super bem localizada e bem perto da praia e do centro da cidade. A pousada é super charmosa e oferece um café da manhã muito gostoso com muitas opções à la carte de omeletes, crepes, tapiocas e waffles. Ótimo custo-benefício, principalmente pra famílias, já que tem “apartamentos” completos para até 6 pessoas.

Pousada Wind Jeri
Pousada Wind Jeri

Existem quartos standards e chalés. Fiquei em um chalé enorme de 2 andares. No primeiro, tinha a sala com uma bicama e ar condicionado split, uma mesa de jantar redonda, uma cozinha americana completa (com talheres, pratos, copos e taças, geladeira cheia tipo frigobar, fogão e microondas), banheiro e closet. No segundo andar era uma suite com uma cama de casal + bicama, outro ar condicionado split, frigobar e varanda.

Suite do Chalé
Suite do Chalé
Sala do Chalet
Sala do Chalé

A equipe de funcionários muito simpática e atenciosa, sempre dispostos a ajudar.

Recomendo fortemente a pousada e com certeza ficarei nela da próxima vez!!!

Onde comer (e beber e dançar)

1- Sorvete – Não deixe de provar os deliciosos sorvetes da Gelato & Grano! É um melhor que o outro!! Há 2 lojas deles na cidade. Uma na pracinha do centro e outra mais perto da praia.

2- Restaurante – Li no Tripadvisor sobre o Restaurante Tamarindo e fui lá conferir. Parece o mais bonito e requintado da cidade, e é realmente uma delícia.

3- Bar – Fomos ao bar Samba Rock, que é um dos mais animados da cidade, com música ao vivo quase todos os dias!

4- Forró – Fomos conhecer o famoso Forró da Dona Amélia, que rola todas as quartas e sábados, depois das 22 hrs. Porque será que tem esse nome? Só porque fica no Restaurante Dona Amélia, na Rua do Forró?! Rsrsrs. É um lugar bem animado onde locais e turistas vão para beber, dançar e se divertir.

É isso! Me apaixonei pela cidade e com certeza, voltarei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *